Como fazer mudas de Orquídeas?

Como fazer mudas de Orquídeas?

Você deve imaginar que fazer mudas deva ser uma coisa muito complicada. Mas você está redondamente enganado! O guia como fazer mudas de orquídeas vai te ajudar a tirar as principais dúvidas na hora de separar a sua plantinha em várias.

O primeiro ponto que devemos nos atentar é que as orquídeas possuem uma fisiologia vegetal específica. E essa característica é extremamente relevante para descobrirmos como fazer mudas de orquídeas adequadamente.

Cuidados na hora de fazer mudas

Quais os cuidados para fazer uma muda de orquídea?
Quais os cuidados para fazer uma muda de orquídea?

Falando em fisiologia vegetal, devemos prestar alguns cuidados na hora de fazer mudas de orquídeas. Sendo assim, o principal que devemos saber sobre a fisiologia das orquídeas é que algumas espécies são divididas em ramos, nós e entrenós. Mas o que é isso?

Essas subdivisões do caule da planta nos dizem onde nascem novas folhas, onde a planta cresce em comprimento e onde devemos seccioná-la para fazer mudas de orquídeas.

Onde corta para fazer uma muda de orquídea?
Onde corta para fazer uma muda de orquídea?

Portanto, o ramo é a via principal da sua orquídea. A partir desse ramos encontraremos os nós, que nada mais é que uma porção lateral do ramo onde existem células totipotentes que originarão novas folhas e galhos. Já o espaço que fica entre esses nós é chamada de entrenós.

como fazer mudas de orquídeas
Mudas de orquídeas.

Sendo assim, para você saber como fazer mudas de orquídeas é preciso ficar atento a essas especificações. Já conhecendo o corpo da sua orquídea agora é hora de fazer os cortes para separá-la.

Desse modo, dê preferência para cortar a sua orquídea no entrenó. Assim você preservará os nós, e é por lá que a sua nova plantinha irá começar o seu crescimento, podendo se transformar, por exemplo, na parte radicular da sua planta. Para tanto, é preciso estimular esses nós colocando-os na água ou na terra.

Após o corte remova as folhas dos nós que entrarão em contato com a água ou com o solo, para que o nó fique livre para se multiplicar novamente. Agora, atenção! Outro cuidado na hora de fazer mudas é pesquisar antes se a sua orquídea se desenvolve melhor na água ou na terra.

Período ideal para fazer mudas

Melhor época para fazer mudas
Melhor época para fazer mudas

Antes de conversarmos qual o melhor período ideal para fazer mudas, e consequentemente, a como fazer mudas de orquídea, é preciso ressaltar que nem todas as espécies de orquídea atendem a essa regra.

De modo geral, a melhor época do ano para fazer mudas é sem dúvidas na primavera. Isso porque a primavera em muitas regiões marcam o fim da seca,e é quando as plantas voltam a produzir mais folhas e flores.

Sendo assim, atingindo a estação, comece a preparação para a confecção de uma nova mudinha. Escolha um vaso adequado para a sua orquídea, e em seguida encha-o de substrato, de preferência com o mesmo material da sua planta matriz.

Por fim, após realizar o corte na altura adequada, insira o seu corte na terra, ou na água e espere o enraizamento começar. Após esse período de enraizamento você pode transplantar a sua planta para um vaso definitivo.

Principais erros na hora de fazer mudas

Todo cultivador de plantas, no inicio da sua carreira acabar cometendo alguns erros. Na hora de descobrir como fazer mudas de orquídea não é diferente. Sendo assim, o erro mais comum que pode ocorrer é:

1- Não regar sua planta

A dica é observar o vaso e o clima;
A dica é observar o vaso e o clima.

Eu sei, isso parece um absurdo, afinal tudo que uma planta mais precisa é de água. Mas existem alguns casos que o cultivador simplesmente esquece de regar as suas plantas e elas acabam por morrer de desidratação.

Entretanto, é preciso ficar de olho porque o inverso também pode acontecer, e você encharcar a sua planta. Esse outro polo é muito comum de acontecer quando o cultivo é destinado a orquídeas, que são espécies de planta que necessitam de água sob moderação.

2- Usar vasos inadequados

vaso ideal para orquídeas
Vaso ideal para orquídeas

Em nosso texto sobre vasos mencionamos alguns modelos e materiais que são uma ótima escolha para cultivar orquídeas. Entretanto, existem alguns materiais que são mais adequados, como os de cerâmica com furações e os vazados, indicados principalmente para orquídeas epífitas.

Porém, alguns cultivadores acabam por selecionar vasos de plásticos, por serem mais acessíveis e apresentarem uma maior variedade. Além disso, alguns desses vasos não possuem furações e a drenagem não é suficiente.

Essa situação acaba por ser imprópria para a sobrevivência da planta e ela acaba por morrer devido o excesso de água

3- Deixar a planta sem acesso ao sol

Cultive suas orquídeas em vaso sem adoecê-las
Cultive suas orquídeas em vaso sem adoecê-las

Dentro do universo do paisagismo, há um ramo que defende a utilização de plantas vivas na decoração de ambientes internos. Mas é preciso ficar atento porque algumas espécies não são adequadas para esses ambientes porque precisam de mais horas de sol

Por isso, ao descobrir como fazer mudas de orquídeas pesquise quais espécies são mais adequadas para ambientes internos. A dica que damos é buscar por orquídeas que necessitam de luz solar sombreada.

4- Esquecer de adubar

Não esqueça de adubar as suas orquídeas
Não esqueça de adubar as suas orquídeas

Assim como o seres humanos, as plantas necessitam de alimento. Diariamente, esse ser autótrofo produz o seu próprio alimento. Para tanto, elas precisam de luz solar, água e alguns nutrientes presentes no solo.

Entretanto, com o passar do tempo e com essa intensa produção alimentar, o solo vai se tornando pobre em nutrientes. Os nutrientes são essenciais não só para a nutrição, como também para a composição estrutural e do metabolismo.

É nesse momento que devemos adubar as orquídeas. Porém, esse conhecimento não é algo popular, e muita gente acha que só água é o suficiente, e esquece de adubar.

Por isso, lembre-se! Adubar uma planta é tão necessário quanto a rega. Por isso, crie um cronograma de adubação, de acordo com a necessidade da sua planta. Mas não exagere! O excesso de nutrientes também causam prejuízos as plantas.

Agora que você já está esperto em como fazer mudas de orquídeas, que tal ver na prática como fazer as mudas? Se liga nesse vídeo!